Terras perdidas dentre mim e você

from by Barca Funeral

/

about

Faixa principal disponível no E.P, terceira faixa do álbum. Bastante influência de post-metal , folk e fast rock.

lyrics

Briza que rasga o horizonte
eu não sou aquela várzea vazante
eu sou a lua na rua queimante
que reflete nos seus lábios palavras secantes


e você percebe que no fim,
você é o seu próprio leito.

o que eu sou eu já mais não sou
e você não sabe para onde vou


Amor que vem delicado e cortante
rasga o vento no silêncio atuante
Vou cantar para árvores gritantes
do fel e o mel o seu seio é inconstante


O sol toca cada fio incerto,
não há nada que eu possa esperar
não vejo o errado e nem mais o certo
E o que era distante agora é perto


Terras perdidas dentre mim e você
Reinos dourados de o que não pode ser
De fel e mel os homens são amargos
E o que me resta é o meu silêncio fátuo

Flamejando vermelho, como rios de sangue
sítio arqueológico de meu instante
A primavera floresce, mas eu sou o inverno
Não vejo o errado, e nem mais o certo

e você percebe que no fim,
você é o seu próprio leito.

o que eu sou eu já mais não sou
e você não sabe para onde vou

credits

from As palavras das pedras, released March 24, 2014

tags

license

all rights reserved

about

BarcaFuneral Campinas, Brazil

"The way we burry our dead, reveals how we care about the livings."

This is one-man-army Brazilian homemaded project by Vinicius Rodrigues Fernandes.

contact / help

Contact BarcaFuneral

Streaming and
Download help